Implante dentário

Implantes dentais 

Com o desenvolvimento da odontologia, em se tratando de reabilitação protética dos pacientes, os implantes dentais tem se mostrado a primeira opção para a resolução da maioria dos casos. O bom sucesso da técnica depende da qualificação do cirurgião, avaliação correta do melhor plano de tratamento para o paciente, uso de materiais cientificamente já testados e das condições sistêmicas e locais do paciente. Esse manual exclusivo visa informar os principais aspectos relacionados com o tratamento, realizado a partir das dúvidas mais frequentes de forma direta e objetiva. Esperamos que seja de grande valia e que possa ajudar aos leigos e futuros pacientes na orientação sobre o assunto.

O que são implantes dentais?

São”raízes” artificiais, inseridas no osso maxilar ou mandibular, para repor as raízes dentais que foram extraídas. Sobre eles são encaixados e parafusados componentes que possibilitam uma reposição protética de um dente artificial semelhante ao natural perdido, os quais chamamos de coroas. Essas recuperam de maneira excelente a estética dental e devolvem a função mastigatória de forma plena, promovendo e restituindo segurança, autoestima, além de reinserir socialmente os indivíduos.

Do que são feitos os implantes? 

São fabricados a partir de titânio comercialmente puro, com biocompatibilidade cientificamente comprovada. Esse termo refere-se a capacidade do organismo em tolerar uma substância sem desenvolver rejeição.

Por que Titânio? 

Por se tratar de um material biocompatível permitindo a ósseo-integração, ou seja, não é capaz de apresentar reação de corpo estranho, logo não apresenta rejeição

O Que é Ósseo-Integração?

Significa um processo pelo qual após a inserção do implante no osso, esse começa a proliferar-se ao redor do parafuso, abraçando-o como se “cola-se” ao osso. Esse é o motivo pelo qual o implante apresenta extrema rigidez e fixação, sem nenhum tipo de mobilidade ou dor, e que permite o sucesso com longevidade. Em condições normais, o implante apresenta boa ósseo-integração capaz de receber um coroa, com o prazo de 3 a 6 meses, a depender de alguns fatores como: qualidade óssea, toque de travamento do parafuso, dentre outros.

Finalidade 

1.Função Estética e Mastigatória Substitui dentes ausentes ou condenados e próteses convencionais, promovendo alto resultado estético e mastigação excelente de forma segura e duradoura.

2.Diminui a sobrecarga sobre dentes remanescentes Pacientes que sofreram extrações dentárias sofrem com a dificuldade de mastigar e com o desequilíbrio da mordida e inclinações dos dentes remanescentes. Os implantes devolvem o equilíbrio do sistema mastigatório, distribuindo adequadamente as forças e harmonizando o conjunto.

Quais os benefícios dos implantes? 

Os implantes repõem dentes perdidos de maneira fixa sem a necessidade de desgastar dentes naturais como se faz na ponte fixa dentária. Possuem alto comportamento estético e funcional, superior a qualquer outro tipo de reabilitação existente. Possuem alto coeficiente de durabilidade com baixa manutenção, além de ser uma técnica com altíssimo índice de sucesso, superior a 97%, quando bem empregada por um profissional experiente. São resoluções fixas únicas em alguns casos como os desdentados totais que os possibilitam receberem uma reabilitação fixa novamente, além de casos de extremidades livres nas quais não há dentes pilares na frente e atrás para realizar uma ponte fixa convencional. Para reposições unitárias restituem de forma exemplar a unidade perdida.

Quanto tempo dura um implante? 

Os implantes apresentam extrema longevidade em situações normais, podendo a depender do seu tipo de design e condições do paciente, perder mais ou menos osso ao longo dos anos, como acontece no processo fisiológico natural ao redor dos dentes. Via de regra, a literatura fala em uma perda óssea de aproximadamente 1mm no primeiro ano e 0,1mm nos anos subsequentes. Em resumo, em condições normais, levariam décadas para o implante perder a ancoragem óssea.

Quanto tempo dura o tratamento? 

Cada situação pede um tipo de planejamento que pode ser mais simples ou complexo. Para casos unitários em mandíbula, por exemplo, pode se finalizar o tratamento no período de 3 meses. Para casos complexos que pedem enxertos e outros tipos de preparo pré-implantes, o prazo pode se estender.

Implante tem rejeição?

Não. Como falamos anteriormente, por ser biocompatível, ele não sofre rejeição. É possível perder implantes por outros motivos como: falha no planejamento, da técnica cirúrgica, do arranjo da prótese etc. A experiência e a qualificação do profissional ajuda bastante no sucesso da técnica. Executando dentro do padrão correto ela oferece taxa de sucesso excelente, ou seja, muito segura e previsível. Caso um implante fracasse, é possível substituí-lo, resolvendo o problema.

Aonde é feita a cirurgia?

As cirurgias para colocação de implantes dentários, geralmente são realizadas no próprio consultório odontológico sem riscos ao paciente. Em casos especiais, pode-se operar em hospital.

Implante dói?

A cirurgia é realizada com anestesia local e o controle da dor geralmente é bem eficaz. No pós-operatório é receitado medicamentos que ajudam na analgesia pós-cirurgia, oferecendo conforto ao paciente. Em casos de cirurgias mais demoradas ou complexas que podem durar um período mais longo, ou que o paciente sinta medo ou trauma e prefere uma técnica menos indolor possível, é possível realizar o procedimento em ambiente hospitalar com sedação venosa, feita por médico anestesista. Dessa forma o paciente “dorme” e não sente ou vê nada.

Sou sou candidato ideal?

  • Considere isso quando faltar um ou mais dentes;
  • Seja usuário de prótese móvel e deseje ter um trabalho mais estável e fixo;
  • Sua prótese não atinge os parâmetros estéticos que gostaria e deseja ter um sorriso mais bonito e agradável;
  • Sente problemas com autoestima decorrente da insatisfação com o sorriso gerado pelas ausências dentárias;
  • Sente dificuldades na mastigação por ausências dentárias ou prótese insatisfatória;

 

Dúvidas ou sugestões, entre em contato conosco!

 

Os comentários estão encerrados.